Biografia de Loustal

 

logo witloof Editeur portugais

Jacques de Loustal, nasceu em 1956, em Neuilly-sur-Seine. Após estudar arquitectura, publica em 77 as suas primeiras ilustrações no "Cyclone" e "Rock and Folk". Dois anos mais tarde, associase com Paringaux e faz a sua entrada na "Métal Hurlant". Faz diversas histórias completas, reprises em álbuns da Humanoïdes Associés sob os genéricos "New York", "Miami" e "Clichés d'amour".

Em 1984, começa a colaborar mensalmente com "A Suivre" o que acaba por se traduzir na publicação de vários títulos com Paringaux, e com Charyn. Encontramo-lo igualmente no "Echo des Savanes" com "Arrière-Saison" e "Mémoires avec Dames", ambos da Albin Michel, em 85 e 89.

Para Loustal, a pintura é como que um tomar fôlego, com as suas técnicas, formatos, materiais, consegue epousálo daquela parte enfastidiante da BD. Ou seja, começar e acabar com as mesmas personagens, com as mesmas técnicas, com os mesmos utensílios durante um ano. A pintura é como que um balão de oxigénio, no entanto essa mesma pintura vem da BD, não há uma ruptura, há um eterno retorno. Loustal pinta com grandes pincéis, com cores opacas que lhe permitem mudar da aguarela. Por vezes, dizemlhe que as suas BDs parecem pequenos quadros, outras vezes que os seus quadros parecem grandes ilustrações. No entanto não desenha Paris, que já conhece, prefere desenhar os locais por onde passa.

Loustal gosta de colocar nas suas BDs os lugares, ele tem um gosto pela "armadura", pelo urbano. Não foi por acaso que frequentou arquitectura...O que este autor gosta mesmo é de olhar, de contemplar, ou nas suas próprias palavras, deixar-se impregnar pelas coisas.